Existem pessoas que se preocupam tanto com o amanhã que deixam de viver o hoje.

Não estou dizendo que devemos viver somente o hoje como se não houvesse o amanhã, mas sim, que temos que nos precaver hoje para obter os melhores resultados amanhã.

Créditos do fotógrafo Divulgação/Pixabay

Compartilhe:
25/11/2020

A pandemia mudou muitas mentes. Nos fez perceber que o amanhã não é mais importante que o hoje.

Não estou dizendo que devemos viver somente o hoje como se não houvesse o amanhã, mas sim, que temos que nos precaver hoje para obter os melhores resultados amanhã.

Devemos pensar muito bem antes de fazer e estipular planos e metas que também resultem num final feliz ou, pagaremos o pato depois.

Mas a preocupação excessiva com o amanhã não nos permite viver o hoje, nos paralisa, e nos congela em um estado de sofrimento.

VIVER O HOJE COM RESPONSABILIDADE É FAZER O DEVER DE CASA DE UMA REALIDADE FELIZ.

A pandemia nos fez perceber que não somos imortais, nos trouxe a consciência da morte e com ela a valorização da vida.

É preciso que nos conscientizemos de que devemos fazer tudo em nossas vidas com equilíbrio e amor, assim teremos menos motivos para nos preocupar.

Organize as pendências, avalie as preocupações por ordem de prioridade e resolva-as de maneira que não consuma o presente, apenas sirvam de inspiração para criar o futuro.

FILTRE OS EXCESSOS QUE NOS TIRAM DO EIXO NECESSÁRIO PARA A SAÚDE MENTAL.

PESSOAS ANSIOSAS ESTÃO CHEIAS DE FUTURO, E PESSOAS DEPRIMIDAS ESTÃO CHEIAS DE PASSADO.

O estressado está paralisado no presente sem conseguir articular pensamentos que possam avaliar os resultados no presente para melhor planejar o futuro.

Pessoas ansiosas estão se ocupando do que ainda não aconteceu e, portanto, negligenciando o passado que é uma posse (experiência, conhecimento, sabedoria), que norteia para a próxima etapa da vida.

Se o passado nos confere uma posse, o futuro está em construção, justamente no tempo que podemos ainda altera-lo: o presente.

Por tanto, viva o presente como um belo momento de construção e resolução de conflitos. Faça o que tem que ser feito hoje para ter bons resultados amanhã. Não tema, não se prenda, não se limite!

Viva uma vida que vale a pena ser vivida hoje, e enfrente os desafios que a vida impõe com coragem e resiliência.