'Falta uma boa gestão da carreira do Neymar': Diz filósofo e assessor de celebridades no IGTV

O filósofo e assessor de imprensa Fabiano de Abreu opinou sobre os desdobramentos do caso Neymar em seu canal do IGTV, no Instagram.

Em conversa com o jornalista Hebert Neri, no quadro ‘9 minutos’ onde comenta os principais
Compartilhe:
06/06/2019
O filósofo e assessor de imprensa Fabiano de Abreu opinou sobre os desdobramentos do caso Neymar em seu canal do IGTV, no Instagram.

Em conversa com o jornalista Hebert Neri, no quadro ‘9 minutos’ onde comenta os principais assuntos da atualidade no mundo dos famosos, política e cultura, Fabiano ressaltou que não pode julgar a ambos, mas que é possível opinar sobre o caso dados os fatos conhecidos: "gosto das estatísticas porque elas nos trazem o óbvio. Mas claro que há exceções. A probabilidade de alguém querer armar para cima do homem brasileiro mais famoso do momento é grande. Por isso é dever dele e da sua assessoria cuidar para que ele não precise passar por situações como essa”.

Para o filósofo e assessor de imprensa, o erro de Neymar foi não perceber as consequências da fama: "ao se tornar uma celebridade, a pessoa já tem que ter a noção de que cada passo dela é visto e que tem mais gente querendo para ela o mal que o bem. A fama nos priva da liberdade. 
O grande erro foi em divulgar as imagens dela. Aprendi com advogados que o silêncio e a paciência são primordiais. O famoso tem que conter as emoções e ser racionais”.

Fabiano também atribuiu todo o imbróglio a uma possível tentativa de armação por parte da acusadora: "ela alegar ter sido agredida e que mesmo assim quis promover mais um encontro, o que é no mínimo estranho. Quando temos traumas, tendemos a não querer mais viver aquele momento. Mas vamos supor que ela seja fria a ponto de promover outro encontro e posicionar câmeras no local para gravar o segundo encontro. Mas o vídeo revelado mostra ele por baixo dela. Agredir alguém por baixo não faz muito sentido, mas se defender com o pé ao ser atacado faz mais sentido pra mim. Não sou policial e isso é um trabalho para os investigadores, mas que uma pessoa como o Neymar tem que tomar mais cuidado, sim tem, pois há pessoas que querem se aproveitar”.

Perguntado pelo jornalista sobre uma possível falha de assessoria, Fabiano traz um comparativo: “Nada contra o pai do Neymar, mas ele tinha que passar a gestão da carreira do Neymar a profissionais. Ele poderia estar ganhando títulos de melhor do mundo, e não está porque aqui na Europa não é assim. As pessoas repudiam algumas atitudes que ele tinha. Ele é um ótimo jogador e podia estar muito melhor se tivesse uma assessoria profissional por trás… A assessoria do Cristiano Ronaldo foi perfeita quando ele foi acusado de estupro. Ele deveria ficar calado, dizer para a imprensa que iria provar sua inocência na Justica, e nao divulgar as conversas e fotos para o público, esperar as coisas se resolverem. A assessoria do Neymar é falha”. 

Como consideração final, Fabiano tende a pensar que o caso trata-se de uma armação: "não estou aqui para julgar e sim opinar dentro de um possível raciocínio lógico do acontecimento mais comentado do momento. O tipo de conversa e a facilidade em que foi negociado o encontro também deveria ele desconfiar. Mas tudo bem que para uma pessoa famosa como ele é difícil distinguir já que a facilidade é grande”. 

Assista o ‘9 Minutos' com Fabiano de Abreu e Hebert Neri no Instagram: https://www.instagram.com/tv/ByXmjAbl-ta/?igshid=19caapv918qaq