Para filósofo, a corrida espacial acelerada tem a ver com o fim da humanidade; entenda

Pode parecer conversa de ficção científica, mas não é. Para o filósofo, jornalista e pesquisador Fabiano de Abreu, isso é algo muito real, e que está muito próximo de se
Compartilhe:
09/11/2018

Pode parecer conversa de ficção científica, mas não é. Para o filósofo, jornalista e pesquisador Fabiano de Abreu, isso é algo muito real, e que está muito próximo de se concretizar, principalmente quando analisamos os principais sites de notícias. É cada vez mais comum lermos na internet sobre espaço, planetas, e a tão falada corrida espacial acelerada, inclusive com diversas empresas concorrendo para ver quem fará a primeira grande descoberta. Diversos planetas estão sendo explorados, em busca de possíveis destinos que sejam capazes de abrigar a vida humana. 

“A necessidade dessa corrida espacial acelerada, com investimentos bilionários, e grande concorrência, dá pistas da necessidade de encontrar um refúgio para os poucos humanos que possam se salvar, em consequência de alguma catástrofe mundial.

A seleção do tipo de humano não se dará unicamente pela questão financeira. O dinheiro não será válido em um novo habitat. O dinheiro pode sim ser utilizado para a compra de passagem para aqueles que ajudarem a investir em empresas que produzam esse “refúgio espacial”. De resto, a análise poderá ser genética, intelectual e profissional.

Eu criei alguns tópicos com possíveis situações e acontecimentos que poderiam resultar no fim da humanidade.”

Aquecimento global

“Eu não vejo o aquecimento global como o nosso maior problema. Colocam muito terror sobre esse acontecimento, e há interesses econômicos para isso. O mundo é dividido entre países que produzem, e países que precisam comprar a produção, cada qual com seu interesse. Vou dar o exemplo do carro elétrico: interessa à Europa, pois não produz petróleo, mas não interessa aos países que o produzem. Sobre o fim do petróleo, pode acreditar que vai demorar muito para que aconteça. E, mesmo que acabasse agora, já temos reservas para mais 60 anos. Há climatologistas que garantem que o aquecimento global é um processo natural. Eu, particularmente, acredito que há sim um processo natural que nos levará a estágios de aquecimento, como também a uma era glacial. Mas o aquecimento global é consequência dos danos causados pelo ser humano ao longo dos anos. De qualquer forma, é algo controlável. Caso seja agravado, os governos terão que tomar medidas urgentes para contê-lo. O crescimento populacional, a poluição, o crescimento econômico, tem que ser moderado ou entraremos em colapso. O efeito estufa pode causar danos que acabem com o planeta e o ser humano é um dos maiores responsáveis.”

 

Guerra Nuclear 

“Estamos sempre em constante alerta, devido a turbulência política, briga de interesses entre países, além de brigas religiosas. Mas acionar uma bomba atômica não é tão simples assim. Primeiro, pelas consequências da catástrofe, não só para o planeta e sua natureza em si, mas também pelas consequências para o país que a tenha acionado. ”

Pandemia 

“Isso sim é mais provável e acontecer a qualquer momento. Existem milhares de doenças, sejam as criadas em laboratório, sejam as mais tradicionais, já conhecidas, e suas mutações. Isso tudo somado ao fato da superpopulação atual pode gerar uma pandemia colocando em risco parte da população mundial. Já parou para reparar quantos vôos internacionais saem diariamente, de diversos países? Uma doença incurável, que mate de forma rápida, mas não tão rápido a ponto de dar tempo de se espalhar a outras pessoas, é o suficiente para aniquilar uma grande parte da humanidade.“ 

Superpopulação 

“As consequências de uma superpopulação não são apenas as doenças, mas também os transtornos em consequência dela. Os impactos na natureza, a falta de alimentos, além de inúmeros outros fatores como consequência. Esse é um fim certo para o planeta e não acredito que vá demorar tanto. A não ser que guerras, alto controle de natalidade, doenças ou catástrofes ambientas consigam retardar o processo ou conta-lo de alguma forma. A superpopulação também resulta em migração, já que os países mais pobres tem o crescimento populacional maior e, a migração resulta em problemas sociais que pode ocasionar transtornos e tragédias.”

Meteoro

“Eu precisei colocar esse tópico, pois muitos sentiriam falta. Existe sim o risco de um meteoro cair na terra, meteoros caem o tempo inteiro na terra e em outros planetas. Um meteoro de maior dimensão, teria um efeito equivalente ao de milhares de bombas atômicas. Mas isso é uma incógnita.” 

Epidemia tecnológica evolutiva 

“Criei esse nome para uma questão que levo muito a sério. A rápida evolução tecnológica está causando doenças mentais nas pessoas. Isso sem falar no fato de as ondas cerebrais estarem em colisão e interceptação, por excesso de ondas tecnológicas. Wi-fi, ondas de rádio, e demais ondas estão atravessando nossos cérebros a todo momento. “ 

Não citei aqui exemplos como o Big Rip (expansão do universo), explosão de raios gama, sermos engolidos por um buraco negro, colisão da Terra, o planeta sair da órbita por algum motivo, expansão ou morte do sol e esfriamento do núcleo da terra, pois são fatores muito improváveis e longínquos, que não mereceram meu destaque. “

As corridas espaciais, além dos segredos por trás de empresas como a NASA, nos levam a crer que algo de ruim pode acontecer, e não está muito longe.