Pensamentos ruins à noite podem trazer consequências ruins, Fabiano de Abreu explica

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit. Maecenas feugiat consequat diam.

Créditos do fotógrafo Marcus Ribeiro

Compartilhe:
07/06/2018
A ciência recentemente publicou a descoberta de uma substância em nosso cérebro, a GABA, que faz com que tenhamos pensamentos ruins, principalmente à noite. É comum que as pessoas possam vir a ter insônia, pensamentos indesejados e até mesmo atitudes como consequência disso. O filósofo Fabiano de Abreu já havia publicado em sua rede social sobre esse perigo para tentar evitar consequências que possam não nos fazer bem, antes mesmo dessa revelação científica. Segundo o autor do livro "Viver Pode Não Ser Tão Ruim", o controle desses pensamentos, movido por pensamentos adversos, pode ajudar a evitar maiores danos como consequência.
 
"Sentimentos momentâneos, perturbações provenientes do cotidiano, pensamentos que alteram a harmonia, são apenas passageiros e costumam ser mais comuns à noite. U

ma substância química presente no cérebro, chamada pelos cientistas de GABA, permite que as mensagens passem pelas células nervosas, e que também age como principal inibidor dessas mesmas mensagens, fazendo assim prevalecer esses pensamentos ruins. 

 

Os problemas do cotidiano e os pensamentos ruins, podem modificar a trajetória da vida de uma pessoa devido a suas ações a atitudes como resultado desses pensamentos. Podendo inclusive levar ao suicídio. 

 
Não podemos jamais esquecer que o equilíbrio pode ser melhor que a tentativa de mudanças bruscas e suas consequências podem ser drásticas.
 
Pensamentos podem ser passageiros e para tudo na vida há algum tipo de solução, as trajetórias são estipuladas como consequência das atitudes. 
 
Temos que ter a consciência e a lembrança de que todos os momentos ruins passam,  e tudo se renova. Todos tivemos momentos ruins e passou, assim como esse passará. 
 
A única certeza que temos é dessa vida que vivemos, portanto, não podemos arriscar não vivê-la bem, manobrar os pensamentos ruins, é uma estratégia racional, já que no dia seguinte será diferente."